28 de ago de 2008

VINHO OU SUCO DE UVA???

Hoje se fala muito dos benefícios que o uma pequena porção de vinho traz a nossa saúde, através da prevenção de doenças como o câncer e doenças coronarianas isquêmicas. Isso de deve aos compostos fenólicos, sendo a uva, matéria-prima do vinho, a fruta com maiores fonte dos mesmos: flavonóides (antocianinas, flavanóis e flavonóis); estilbenos (resveratrol); ácidos fenólicos (derivados dos ácidos cinâmicos e benzóicos) e taninos (uma larga variedade).

Estudos colocam que a presença de etanol no vinho aumenta a absorção de fenólicos, no entanto, em sucos de uva ocorre atividade antioxidante similar à encontrada em vinhos tintos, sendo que o suco de uva contém mais compostos fenólicos glicosilados do que o vinho, o que aumenta a facilidade de absorção destes pelo organismo.

Outros estudos verificaram que o suco de uva foi duas vezes mais efetivo na diminuição do colesterol do que o vinho tinto e seu equivalente sem álcool e duas vezes mais eficiente que o vinho tinto com relação à inibição da aterosclerose. Comparando-se o vinho tinto e o vinho tinto sem álcool verificou-se que os efeitos benéficos das duas bebidas foram praticamente os mesmos, o que demonstra que o etanol não representa benefícios adicionais ao vinho.

Isso mostra que o consumo de suco de uva pode apresentar vantagem com relação ao vinho, já que a ausência de álcool permite que o suco seja consumido pela maioria das pessoas, inclusive crianças e pessoas portadoras de doenças como a hepatite. Além disso, o vinho pode conter substâncias, tais como uréia, metanol e aminas biogênicas, que quando consumidas indiscriminadamente podem causar efeitos tóxicos no organismo humano.

PARA SABER MAIS veja a fonte, clique AQUI.

E lembrete:

Bebida álcoólica e "barriga tanquinho" são incompatíveis, o vinho em excesso pode engordar e causar dependência. Pensem nisso, VINHO ou SUCO de UVA?!


19 de abr de 2008

**EsPeCiAl** OBESIDADE

É um pouquinho mais que uma nota, mas são dados básicos para quem tem interesse no tema...

OBESIDADE é uma condição na qual a reserva natural de energia é armazenada em forma de gordura. Esta pode aumentar até o ponto em que passa a estar associada a certos problemas de saúde ou ao aumento da taxa de mortalidade (BURANI, 2004).


DADOS AMERICANOS (2004):

73% das pessoas fazem dieta

De 10 adultos 6 estão acima do peso.

De 4 crianças, 1 está acima do peso.

26% estão MUITO acima do peso. (Não só engordando, mas ganhando muito peso a mais).

(BURANI, 2004)

BRASIL.

Conforme o IBGE, está aumentando o número de pessoas obesas. Há cerca de 17 milhões de obesos no Brasil, (9,6% da população). Segundo Organização Mundial de Saúde (OMS), há 300 milhões de obesos, considerando a obesidade um dos dez principais problemas de saúde pública do mundo, classificando-a como epidemia. Salienta-se que a cada 10 crianças, 1 está obesa.


UM PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA!!!

Nos EUA é a segunda causa de morte. Gera perda de dias de trabalho e aumenta o número de consultas médicas.


GERA CUSTOS:

O tratamento p/ problemas relacionados a obesidade nos EUA chegam a 100 BILHÕES/ ano


CIRCUNFERÊNCIA DE CINTURA:

A gordura abdominal é um fator de risco grave para problemas de saúde (DM/ HAS/ CARDIOPATIAS/ AVC/ COLESTEROL elevado)

Circunferência absoluta (= < 102 cm para homens e = < 88 cm para mulheres)


PORQUE DO AUMENTO DA OBESIDADE?


Últimos 20 anos houve muita mudança no estilo de vida:

Sedentarismo, mudança do hábito alimentar (refeições muito calóricas e sem nutrientes - Fast Foods, Alimentos industrializados, embutidos...).


COMO EMAGRECER?

Mudanças graduais no hábito alimentar. A Perda de 10% do peso corporal diminui significativamente os riscos p/ doenças associadas ao excesso de peso (DIABETES, HIPERTENSÃO ARTERIAL, INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO, AVC).

É preciso REDUZIR quantidade calórica e AUMENTAR atividade física!!

Sempre buscar ORIENTAÇÃO DE PROFISSIONAL nutricionista e educador físico. Uma dieta com muitas calorias a menos pode ser PREJUDICIAL, pois poderá ocorrer a HIPIGLICEMIA, antes de mesmo de iniciar o consumo de reservas!

REFERÊNCIAS:

WIKIPÉDIA

IBGE

DATASUS

BURANI J; RAO L. Bons Carboidratos, Maus Carboidratos: um guia para escolher os alimentos certos. Rio de Janeiro: Sextante, 2004

17 de fev de 2008

VITAMINA E

Ela é uma substância lipossolúvel (solúvel em gorduras), ou seja, são melhores aproveitadas quando ingeridas junto às gorduras como o azeite de oliva, por exemplo.

É a principal vitamina antioxidante transportada na corrente sanguínea pela fase lipídica das partículas lipoprotéicas.

FONTES: óleos vegetais (uma das maiores fontes, após o cozimento), margarinas, grãos integrais, nozes, amêndoas, amendoim, gérmen de trigo, gema de ovo, vegetais folhosos e legumes.

LEMBRETE: tudo deve ser feito (e ingerido) com moderação e orientação de profissional habilitado!!!